Paróquia Santo Antonio
 

DESTAQUE

 

PESQUISAR

Digite a palavra ou frase de seu interesse:
 

ACERVO

 

DESTAQUES

 

FOTOS EM DESTAQUE

 
FÉ E MISSÃO DE SÃO JOSÉ NA SAGRADA FAMÍLIA!

 
Imagem

“Quantos livros, estudos, orações e devoções já surgiram sobre a pessoa de São José, sua obediência a Deus e seu papel bíblico”.

É muito antiga na Igreja a veneração cristã a ele, embora o culto litúrgico oficial apareça só no fim do século 15 (1400). A figura e presença do Patriarca do Novo Testamento na família de Jesus inspira a espiritual idade do povo em todos os séculos e culturas. A Encarnação é a raiz do humano divino do Cristianismo. Deus vocacionou Maria e José: ela para a geração virginal do Verbo; ele para cuidar do bem estar da esposa-virgem e proteger o "rebento de Jessé" (Isaías 11, 1-3) como pai e tutor de Jesus.
Surpreendeu-o a gravidez de sua noiva Maria antes de coabitarem. Tranquilizado de modo sobrenatural, casou-se com ela: "Levou-a para casa" (Mateus 1,24). Soube entender e aceitar o querer de Deus em sua vocação. José assumiu as iniciativas legais para inserir o Menino Jesus nos costumes e na cultura religiosa judaica: dar o nome, circuncisão, apresentação no Templo etc.

Os escassos dados biográficos do NT bastam para evidenciar que ele foi tudo para Jesus e Maria e nada para si próprio. Nenhuma glória terrena lhe adveio da paternidade ou de sua posição social. É um caso único foi pai sem gerar Jesus, mas verdadeiro representante terreno de Deus-Pai, José não foi mero padrasto nem tutor. Cumpriu no silêncio, na discrição, na entrega total de si à vontade de Deus todas as obrigações de chefe da Sagrada Família. Na área profissional, com o trabalho de carpinteiro-artesão.
Na área familiar: com a educação religiosa e humana do "Filho do carpinteiro" (Mt 13,55), conforme as etapas do crescimento.

A frase de São Lucas resume tudo: "Jesus tinha doze anos, desceu com eles para Nazaré, e lhes era submisso... ia crescendo em sabedoria, estatura e graça diante de Deus e dos homens" (Lucas 2, 51s) O Evangelho o define: "José, homem justo". Ser justo é aqui traço fundamental que identifica a pessoa. Assim como a expressão "cheia de graça" define Maria, a expressão 'homem justo' define a personalidade de José no Evangelho. Ela é ícone e ele é o Patrono da Igreja no mundo todo.

Apenas dois santos são venerados duas vezes no calendário litúrgico São João Batista, o mensageiro do Messias, no nascimento e no martírio. E São José dias 19 de março e 1° de maio, festa de São José Operário, padroeiro e modelo de todos os trabalhadores.

Venerando sua presença no mistério da Encarnação do Senhor, podemos dignificar o nosso modo de trabalhar, santificar a vida em família e cultivar em tudo o apreço à justiça nas relações públicas. Lar, profissão e comunidade sejam abençoados por São José! Cresça mais e mais, a seu exemplo, nosso amor e carinho filial a Maria neste Ano Jubilar do encontro da Imagem da Mãe Aparecida!

Pe. Antonio Clayton Sant´Anna, C. SS.R.



Revista de Aparecida, pág-9 - Março/2017
Voltar
 
Página Principal

DESTAQUE

 

CADASTRAR-SE

Cadastre seu e-mail para receber nossas atualizações:
 

NOTÍCIAS

 

DESTAQUES

 

VÍDEO EM DESTAQUE