Paróquia Santo Antonio
 

DESTAQUE

 

PESQUISAR

Digite a palavra ou frase de seu interesse:
 

ACERVO

 

DESTAQUES

 

FOTOS EM DESTAQUE

 
Mensagem Quaresmal do Bispo Diocesano

 
Imagem
“Não fecheis hoje o vosso coração” reza o salmista, e com ele toda a Igreja. Este hoje é o tempo que vivemos, mais precisamente, na liturgia de nossa Igreja o tempo da quaresma, tempo de conversão.
Queridos irmãos e irmãs, prezados diocesanos de nossa querida Diocese de Amparo, dirijo-me a todos, para fazer chegar a você o apelo de Deus. Ele se manifesta como Pai misericordioso, chamando seus filhos para perto de sí. Para nos aproximarmos Dele purifiquemos nosso coração, através da oração, penitência e jejum. Imitemos os atletas que para fazerem um bom jogo e saírem vencedores, se treinam e exercitam antes do jogo.
Sabemos que o período de quaresma tem como finalidade preparar para a Páscoa. Todos os nossos exercícios quaresmais devem ser exercidos com os olhos voltados para o grande dia, o dia da vitória de Jesus: morreu mas saiu vencedor por sua cruz, sinal de seu amor invencível.
A quaresma é um período no qual nossa oração deve se traduzir por um verdadeiro abandono nas mãos de Deus, fruto de nossa confiança Nele. Deus vai dirigindo nossa vida e nós, vamos cada vez mais em sua direção, quando nossa fé se torna confiança.
Na quaresma devemos fazer penitência. Façamos a penitência do silêncio, primeiro em nosso coração, depois ao nosso redor. Deus nos fala no silêncio. Por isso Jesus foi ao deserto e lá por quarenta dias, em silêncio teve seu encontro com o Pai. Após um longo silêncio, Jesus falou e saiu anunciando o Reino de Deus. Nossa fala deve ser precedida pelo silêncio qual nos retempera e instrui nas coisas de Deus.
A quaresma deve ser vivida também no jejum. O jejum nos prepara para a pratica da oração e da penitência, nos predispõe á conversão. Que nosso jejum produza em nós um coração aberto a Deus e ao próximo. Que possamos ser sensíveis ás necessidades de nossos irmãos. Quantas pessoas sofrem e estão carentes, doentes, sofrendo...Estive nu, preso, com fome, doente, e foste ao meu encontro (cf. Mt 25).
A Campanha da Fraternidade deste ano nos fala da fraternidade e Juventude, recordando-nos a palavra do profete Isaías: ”Eis-me aqui: envia-me”. Que nós estejamos dispostos a ser missionários, mensageiros do mundo novo, anunciado por Jesus e que é o Reino de Deus – Civilização do Amor!
Ergamos os olhos cheios de esperança pois a nossa salvação está no meio de nós: Jesus Cristo que é o mesmo ontem, hoje e sempre. Peçamos nesta quaresma a graça de vivermos nossa fé em comunidade. Nas celebrações não se deve usar, ou se não, usar muito pouco os instrumentos musicais. Ter alguns momentos de silêncio para meditar a Palavra proclamada. E que as nossas orações tenham o tom penitencial que caracteriza este período litúrgico.
Para nós esta quaresma tem significado especial, não somente pela escolha do novo papa, mas nossa Igreja de Amparo estará recebendo seu 1º Plano de Pastoral Diocesano, elaborado em um processo participativo que se concluiu com êxito, graças a Deus.
Como Igreja, coloquemo-nos na escuta do Senhor, para ouvir Dele o que Ele deseja de nós, de cada um, e de todos nós reunidos como Igreja. Ele já nos falou na força do seu Espírito durante o processo de planejamento participativo. Que continue nos instruindo e fortalecendo para praticarmos sua vontade.
Como pastor e pai na fé, em nome de Jesus abençoo a todos desejando uma santa e feliz Páscoa.
Dom Pedro Carlos Cipolini – Bispo de Amparo-SP
Fonte: Diocese de Amparo
Voltar
 
Página Principal

DESTAQUE

 

CADASTRAR-SE

Cadastre seu e-mail para receber nossas atualizações:
 

NOTÍCIAS

 

DESTAQUES

 

VÍDEO EM DESTAQUE