Paróquia Santo Antonio
 

DESTAQUE

 

PESQUISAR

Digite a palavra ou frase de seu interesse:
 

ACERVO

 

DESTAQUES

 

FOTOS EM DESTAQUE

 
7º Dia da Trezena de Santo Antônio

 
Imagem

Neste 7º dia da Trezena Celebra a Santa Missa Pe. André Ricardo Panassolo da Paróquia Nsª. Sra. do Rosário – Serra Negra.

Tema: «O amor a Deus e ao próximo conduz o homem a perfeição»

Pe. André Ricardo diz:
Querido Pe. Wellington, meus irmãos o tema de hoje de nossa reflexão “O amor a Deus e ao próximo conduz a perfeição” ele é muito propício para os nossos dias, se olharmos a primeira leitura nós vamos ver que a ela esta intimamente ligada ao tema de hoje.

O que é o pecado senão a ausência de amor, o pecado é a mostra de que o ser humano ama mais a si mesmo que a qualquer outra coisa, o pecado entra no mundo quando ele se torna peso e medida para todas as coisas.
Vamos imaginar que o mundo seja uma grande obra de arte, uma pintura feita pelo próprio Deus, e Ele nos cede um pincel ao homem e à mulher para que eles possam continuar os traços harmônicos que havia já delineado, mas como uma criança inconseqüente o homem e a mulher, tomam o pincel da mão de Deus e começa a rabiscar toda a obra esculpida pelas mãos de Deus, daí o plano de Deus começa entrar em desalinhamento. O mal não é criação de Deus, não é vontade de Deus, o mal é uma escolha do ser humano que faz uma má escolha da sua liberdade.

Se nós olharmos a intrigante figura da serpente na primeira leitura, vamos ver que ela simboliza perfeitamente o mal e o pecado quando entra na nossa vida, a serpente vem sorrateira, silenciosa, e quando menos percebemos, ela nos abocanha. O pecado faz isso conosco, ele entra em nossas vidas assim silencioso, sorrateiro, muitas vezes disfarçado de bem e faz com que nos afastemos do amor, e quem se afasta do amor se afasta de Deus.
Na primeira leitura vemos que precisa que Deus procura o ser humano, parece que está brincando de esconde-esconde no paraíso. Porque o homem se esconde e Deus procura? Deus procura o homem onde era o seu lugar, um lugar de respeito, dignidade, amor, só que o ser humano quis caminhar pelas próprias pernas, só que percebemos o amor de Deus, Ele busca pelo ser humano como uma mãe, para saber o que aconteceu. O pecado é quando o ser humano se basta e tem aquela consciência de auto-suficiência e o que ele faz, ele foge de Deus, ele acha que Deus é um grande inimigo.

Muitas vezes nós achamos que tudo aquilo que está na Palavra de Deus, na Igreja é uma forma de Deus nos castrar, de botar um cabresto na gente, de Deus fixar nossa liberdade, quando tudo isso é uma mentira, pois a Sagrada Escritura e a Igreja querem preservar a liberdade. Mas ai nós vemos que quando Deus encontra o ser humano e ai vemos uma outra conseqüência do pecado, o pecado faz com nós acusemos uns aos outros, Deus pergunta: Adão o que houve com você? Porque você está escondido? Você comeu do fruto? Adão responde, não é culpa minha é culpa da Eva, Deus pergunta pra Eva ela diz e culpa da serpente. Olha o que o pecado faz, provoca divisões, começamos a culpar os outros por nossas decisões.

Vamos perceber que o pecado ele afeta a nossa concepção de amor primeiro amamos tão somente a nós mesmos, depois amamos aquilo que nós gostamos, então nós temos uma fôrma para o homem perfeito a mulher perfeita, o amigo perfeito, e o pior de tudo temos uma fôrma para colocar Deus, se Ele não faz o que eu quero então não quero Deus, se o amigo não faz o que eu quero então não quero, têm outros para eu usar. Olha a distorção do amor, que o pecado faz, ai vamos perceber também o que é assustador, comecem a reparar em adesivos de carros, coisas que compartilham em facebook dizem eu amo meu cachorro, eu amo meu time, amo meu carro, alguém já viu algum adesivo de carro dizendo: Eu amo o ser humano? É triste ver isso. Não existe uma promoção do amor universal ao ser humano, e se eu não amo o ser humano não há como amar Deus. Como posso amar aquele que não vejo se não amo aquele que vejo? Que amor incoerente é este?

Só existe uma forma de alcançar a Deus é povoando o nosso coração, encha o seu coração de pessoas, não somente com os que lhe são simpáticos, mas também com aquele que é custoso amar. È fácil amar pelo facebook, whatsapp, porque não requer comprometimento difícil é amar quem está perto, todo mundo prega um amor universal, mas quando está dentro de casa invés de começar um céu dentro de casa, começa um inferno, porque pro pai, pra mãe pro filho pro avô, pra quem está perto a gente não é tolerante, é sempre na patada é sempre na resposta seca o amor meus irmãos e minhas irmãs deve ser como uma fogueira ela aquece muito mais quem está perto do que quem está longe, ou seja aquece primeiro quem está perto de pois o que está mais longe.
Não faz sentido falar de um amor universal se eu nego amor a quem está perto. Primeiro meu amor deve aquecer quem está ao redor daí sim esse amor vai se propagando e aquecendo as outras pessoas. A santidade consiste na capacidade de amar sem medida, sem reserva, sem demora, é como diz Santo Agostinho: Ame até cansar e quando cansar ame cansado; ou seja ama sempre.

Santo Antônio tem uma frase curta e verdadeira que é um verdadeiro tapa na cara de todo cristão que diz: Cessem as palavras falem as obras. Mar de boca é fácil, mas amar com as obras isso é difícil, porque amor requer comprometimento, engraçado que quando a gente ama alguém nos queremos mudá-las, transformá-las, mude isso, mude aquilo, mude, mude..., mas quando querem que nós mudemos ai não nós não podemos mudar porque nós somos seres perfeitos. O amor primeiro me transforma e quando o amor começa a operar este milagre em mim automaticamente ele começa a transformar as pessoas.

Você quer encontrar Deus, quer mostrar que seu amor é verdadeiro, se comprometa com aquele que não pode lhe dar absolutamente nada, este é o amor verdadeiro, este é o amor de Jesus que não se baseia nas relações de troca, mas numa relação gratuita e cristã de se dar, de se entregar, se doar. Que nós possamos aprender com Santo Antônio a grande pedagogia do amor. O amor opera o mais belo dos milagres, coloca uma pessoa dentro da outra de forma que quando elas estão longe elas continuam dentro de nós, que quando ela está com uma dor, a dor dela doe em nós. Crescer no amor é diminuir o abismo que existe entre nós e Deus, mas nós só aprendemos amar se entregando àqueles que o Senhor coloca ao nosso redor, crescemos no amor, crescemos na fé, nos aproximemos dos irmãos, porque quem abraça os irmãos, abraça o próprio Deus. Quem se coloca a serviço diante de um irmão, se agiganta aos olhos de Deus.

Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

CLIQUE AQUI PARA VER AS FOTOS


Fonte: Pascom Paróquia Santo Antônio
Voltar
 
Página Principal

DESTAQUE

 

CADASTRAR-SE

Cadastre seu e-mail para receber nossas atualizações:
 

NOTÍCIAS

 

DESTAQUES

 

VÍDEO EM DESTAQUE